brócolis beneficios para a saude

Os benefícios do brócolis são muitos: ele é rico em diversos nutrientes, pobre em calorias, composto por inúmeras propriedades anticancerígenas e muito eficaz na prevenção de doenças. Possui altas quantidades de cálcio, ferro, potássio, zinco e de vitaminas A, B, C e K.

Só isso já dá para presumir que ele faz um bem danado para a saúde, certo?

Mas a verdade é que o brócolis não só possui uma série de propriedades que ajudam no combate a pelo menos 11 doenças, como também ajuda a prevenir o envelhecimento precoce e até na perda de peso. Por isso, preparamos um material para mostrar em detalhes por que este super alimento deve ser incluído no seu prato para ontem. Confira abaixo:

beneficio brocolis

Benefícios do brócolis incluem prevenção de inúmeras doenças

Câncer
Brócolis é um maiores inimigos das células cancerígenas, e isso porque ele é fonte de antioxidantes poderosíssimos — luteína e sulforafano –, que atuam contra a ação de radicais livres no organismo.

Diversos estudos internacionais dão conta de que os radicais livres são moléculas que podem levar ao desenvolvimento de tumores no longo prazo, e diversas frutas, vegetais e grãos ricos em antioxidantes poderiam ajudar na prevenção da proliferação desenfreada das células.

O brócolis, especificamente, é um vegetal crucífero (mesma família do rabanete, couve-flor, repolho, couve-de-bruxelas, nabo e outros), e seu consumo em especial pode ajudar a proteger o corpo de cânceres no estômago ou no intestino. E isso em razão da presença do sulforafano, que inibe uma enzima envolvida na progressão das células cancerígenas.

O ácido fólico, no qual o brócolis também é rico, também ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de cólon, estômago, pâncreas e cervical. Diversas pesquisas, porém, ainda não conseguiram descobrir se o uso de suplementos de ácido fólico pode trazer os mesmos benefícios. Por isso, na dúvida, coma brócolis.


Problemas ligados a toxinas no sangue
Por ser muito rico em vitamina C, enxofre e alguns aminoácidos, o brócolis tem uma ação desintoxicante de fazer inveja a outros vegetais. Quando você o inclui em sua alimentação, você ajuda a eliminar os tais radicais livres e toxinas como o ácido úrico, purificando o sangue e livrando-se de complicações de saúde.

Para se ter uma ideia, a presença de toxinas na corrente sanguínea pode causar problemas de pele como furúnculos, erupções cutâneas, dermatites, edemas e coceiras diversas, problemas nas articulações, como artrite, gota e reumatismo, e até cálculo renal.


Doenças cardíacas
Comer brócolis também ajuda a proteger a saúde do coração, reduzindo o colesterol ruim e regulando a pressão sanguínea, que não deixa sobrecarregar o nosso sistema cardiovascular.

Isso graças às suas taxas consideráveis de ômega 3, fibras e betacaroteno, que permitem ao coração funcionar corretamente. E mais: o potássio é um vasodilator, que aumenta o fluxo sanguíneo e melhora a oxigenação de diversas partes do corpo.

A ação anti-inflamatória do brócolis também ajuda a combater danos nas articulações, interrompendo a ação de enzimas que causam inflamação e que levam a quadros mais graves de saúde, como artrite e artrose.

O vegetal também é rico no já mencionado ômega 3 e em ácidos graxos, que também são ótimos anti-inflamatórios naturais.


Catarata e degeneração macular
Brócolis também faz bem para os olhos! Diversas propriedades dele ajudam a prevenir doenças oculares graves, como catarata e degeneração macular. Os altos teores de fósforo, vitamina A, zeaxantina, betacaroteno, vitaminas do complexo B, C e D ainda reduzem os danos causados pela radiação solar.


Doenças gástricas
De todos os distúrbios estomacais que o brócolis ajuda a prevenir, a gastrite talvez seja o mais famoso de todos. E, de fato, incluir o vegetal na alimentação faz um bem danado para a saúde do nosso estômago — graças à quantidade de fibras presente em sua composição, que retém água e regula os movimentos intestinais.

Outros nutrientes, como magnésio, também ajudam a combater a acidez estomacal, facilitam a digestão e previne inflamações ao longo do sistema digestivo.


Anemia
Quando a quantidade de hemácias — células vermelhas — diminui consideravelmente em nossa corrente sanguínea, geralmente temos um quadro de anemia, que é causada pela falta de ferro e de algumas proteínas no organismo.

O consumo de brócolis, neste sentido, é muito benéfico, pois ele é rico em ambos — além de também ter grandes quantidades de cobre, que contribui para a produção das hemácias.


Infecções
Por ser um forte aliado do nosso sistema imunológico, o brócolis também é um alimento bastante recomendado para ajudar na prevenção de infecções de todo tipo — até mesmo das causadas por processos alérgicos.

Algumas propriedades específicas são ótimas neste sentido, principalmente a vitamina C, cobre, fósforo, selênio e zinco — todos encontrados com abundância no vegetal.


Complicações da diabetes
O já citado antioxidante sulforafano também ajuda a produzir enzimas capazes de proteger os vasos sanguíneos, e moléculas que reduzem os danos do excesso de açúcar às células do nosso corpo — o que é ótimo para pessoas com diabetes, que têm risco acrescido de ter ataques cardíacos e outras doenças do coração justamente por causa da má circulação.


Problemas no pulmão
O sulforafano também ajuda a eliminar bactérias que prejudicam a saúde dos nossos pulmões. Na verdade, o próprio órgão já se encarrega de expulsar impurezas e invasores, mas algumas pessoas enfrentam dificuldades para prevenir problemas respiratórios — principalmente fumantes e pessoas com doenças pulmonares mais graves, como a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Nestes casos, a ação do antioxidante contribui para expulsar do corpo as substâncias nocivas — embora não seja suficiente para reduzir todos os danos causados pelo tabagismo e doenças crônicas do pulmão.


Doença de Alzheimer
Por fim, o ácido fólico presente no brócolis também já se provou um excelente aliado do nosso cérebro, principalmente no combate a doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer, que geralmente acomete pessoas acima dos 65 anos e é caracterizado principalmente por problemas de memória.

Acredita-se que a ingestão de quantidades significativas de ácido fólico ao longo da vida ajude a prevenir demência e a manter o bom funcionamento do cérebro, podendo contribuir até mesmo para interromper ou pelo menos desacelerar a progressão da doença de Alzheimer.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *